Notícias

SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL PROMOVE CAPACITAÇÃO PARA CONSELHEIROS TUTELARES

A Prefeitura de Caridade do Piauí, por meio da Secretaria de Assistência Social e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), realizou nesta terça-feira, 11, um curso de capacitação sobre o funcionamento e as atribuições do Conselho Tutelar.

A formação aconteceu na sala da Cidadania, em Caridade, e foi ministrada pelo Assistente Social, Ananias Cruz, com o intuito de preparar a nova equipe de conselheiros, para a atuação voltada aos cuidados, deveres e direitos das crianças e adolescentes.

Durante todo o dia de formação, o assistente social trabalhou situações cotidianas do conselho tutelar, refletindo sobre a prática e aliando-se às orientações contidas nas leis e normas que fundamentam os direitos das crianças e dos adolescentes.

No período da manhã os conselheiros participaram das palestras: “Construção do cenário sócio político dos municípios” e “Papel do Estado e da sociedade civil na execução das funções dos CT’s e garantia dos Direitos das crianças e adolescentes”.

A tarde seguiu com mais palestras contextualizadas com a temática da capacitação. Durante a formação aconteceram momentos de debates e trocas de experiência, proporcionando um maior aprendizado, que contribuirá para o alcance de um resultado satisfatório na atuação como conselheiro tutelar.

Ao final, foram apresentados os resultados e elaborado o Plano de Ação. Os conselheiros titulares e os suplentes que participaram da capacitação receberam certificados ao final do curso.

Ananias parabenizou a gestão municipal por promover a capacitação. “Quando a gestão tem essa preocupação em qualificar os conselheiros tutelares significa um bom sinal, pois mostra a união entre os setores em buscar a garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes”, destacou.

O presidente do CMDCA, Valdey Carvalho, participou da capacitação e ressaltou o momento como de grande importância, proporcionando aos conselheiros tirarem dúvidas e aprofundarem o conhecimento, para que possam atuar e favorecer a proteção e a garantia de direitos.